Vídeo revoltante: cachorro com deficiência abandonado duas vezes no mesmo dia

Animal foi recolhido pela Secretaria de Proteção Animal. Dez famílias demonstraram interesse em adotá-lo. Antigos tutores podem responder por maus-tratos e abandono

Foto: Divulgação
Anúncio

Um cachorro sem raça definida e com deficiência nas duas patas dianteiras foi abandonado duas vezes, nesta quinta-feira (2), em São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ele foi recolhido pela Secretaria de Proteção Animal de São Leopoldo (Sempa) e aguarda adoção. Assista ao vídeo acima.




Segundo Anderson Ribeiro, secretário de Proteção Animal, um homem entregou o cão ao Sempa dizendo tê-lo encontrado na rua em frente ao trabalho. Como o cão estava com coleira e em bom estado de saúde, e há um cachorro com a mesma deficiência conhecido pela comunidade como Berlim, o secretário acreditou na hipótese de que ele estaria perdido da família.

No mesmo instante, decidiu ligar para a dona, que informou que Berlim estava em casa. Logo, aquele seria outro animal.




“Postei no Facebook e fiz um vídeo. Uma mulher de Camboriú identificou o cão e o dono. Buscamos o homem e o veículo, mas não tivemos sucesso. No fim da tarde, encontramos a mulher [do homem que entregou-o ao Sempa], e ela admitiu que o cachorro era deles há dois anos”, relata o secretário.

O cão foi identificado como Tintim. Mesmo assim, receoso com a história contada pela dona, Anderson decidiu registrar um boletim de ocorrência na Polícia Civil. No entanto, ao mesmo tempo, recebeu um vídeo em que uma mulher abandonava o mesmo cão em frente a uma empresa naquele mesmo dia, mais cedo.




Era a própria dona, reconhecida por ele, em registro que, segundo o secretário, contrariava a versão apresentada por ela.

“Ela jogou o cão na frente da empresa do marido e foi embora. Ele pegou o carro da empresa, foi embora e abandonou [o cão] bem em frente à Sempa. Eu o vi e vi o carro. A empresa reconheceu que entregou o carro para ele, que é mecânico. Usou o carro sem autorização”, diz Anderson.

O secretário diz que irá denunciar o casal por abandono de animal à Polícia Civil, ao Ministério Público e à Secretaria Municipal de Meio Ambiente.




“A ocorrência policial fica limitada ao fato que presenciei, que é o abandono. Mas a história teve um desenrolar muito maior. Então, vou juntar tudo, descrever minuciosamente e entregar à Promotoria de Justiça Criminal do município”, afirma. “Também vou entregar no Meio Ambiente, porque abandono de animal, em São Leopoldo, é crime ambiental”, acrescenta.

O cão está abrigado no Canil Municipal e aguarda adoção. Segundo Anderson, ele está bem e já teve 10 interessados em adotá-lo.




Foram agendadas entrevistas na segunda-feira (6) para encontrar um novo tutor ao animal. Para o secretário, Tintim não deve voltar à casa dos antigos tutores.

“Eles alegam que a história é mentirosa, que o vídeo é falso e que ele não foi abandonado. Querem o cachorro de volta. Uma pinoia! Não vou devolver”, garante.


Fonte: Mceará

Comentários