Homem fica traumatizado após acordar em hotel com o gerente chupando uma parte de seu corpo: ‘Pulei e gritei’

O hóspede está processando a rede de hotéis, após o episódio bizarro e lamentável.

Reprodução - Google/MNPD
Anuncio

Peter Brennan está movendo um processo contra uma rede de hotéis após ter acordado durante a noite e, de acordo com o seu relato, se deparar com um dos funcionários do local chupando os dedos dos seus pés. Peter, residente do Texas (EUA), estava hospedado no Hilton Downtown em Nashville (Tennessee) no dia 30 de março para uma conferência de trabalho. No entanto, sua noite de descanso foi abruptamente interrompida por volta das 5h quando David Neal, o gerente do hotel, entrou em seu quarto.

Segundo a Polícia Metropolitana de Nashville, Neal teria clonado um cartão-chave para entrar no quarto. Ao acordar, Brennan descobriu a presença do homem, de 52 anos, com os dedos dos seus pés em sua boca, próximo à cama onde ele estava dormindo.



Peter Brennan se assustou com o fato bizarro

Na mesma hora eu pulei e gritei“, disse Brennan, que reagiu imediatamente a aquela invasão inesperada, questionando a presença de Neal e o motivo de estar em seu quarto. Neal estava vestindo o uniforme do hotel e portava seu crachá, mas não forneceu respostas que fizessem algum sentido.

De acordo com Brennan, o gerente noturno do Hilton Downtown afirmou aos policiais que entrou na suíte de Peter, devido ao cheiro de fumaça. Porém, nenhuma outra pessoa, presente no hotel naquele mesmo horário, relatou ter sentido esse odor durante aquela noite.



Gerente do hotel foi preso

Posteriormente, Neal foi preso em sua residência próxima a Lebanon (Tennessee), sendo acusado de invasão de privacidade e agressão sexual. A vítima, Brennan, relatou estar traumatizada e enfrentando dificuldades para dormir, buscando ajuda de um terapeuta. Ele também expressou sentir-se inseguro em sua própria casa após o incidente ocorrido no hotel.

Esse caso perturbador envolvendo o gerente noturno do Hilton Downtown gerou sérias consequências para a vítima e levanta preocupações quanto à segurança e privacidade dos hóspedes. A rede de hotéis enfrentará agora um processo legal decorrente desses eventos chocantes e terá que lidar com a repercussão negativa causada por essa violação. A esperança é que medidas adequadas sejam tomadas para garantir que situações semelhantes sejam prevenidas e que os hóspedes possam se sentir seguros e protegidos durante suas estadias.

Fonte: 1 News

Deixe seu Comentário