Fiéis que acompanharam enterro do pastor, que disse que ressuscitaria no 3° dia, afirmam ter visto clarão no céu

Pastor que disse que ressuscitaria no terceiro dia foi enterrado na madrugada de terça-feira (26).

REPRODUÇÃO/METRÓPOLES / ARQUIVO PESSOAL

Um dos casos que mais repercutiram nas redes sociais nos últimos dias foi o do pastor Huber Rodrigues de 49 anos. O religioso deixou um documento, no qual afirma que ele ressuscitaria no 3º dia após a sua morte. Ele faleceu na sexta-feira (22) e foi enterrado na madrugada desta terça-feira (26).

A mulher dele, Ana Maria Rodrigues, de 56 anos, não permitiu que o enterro fosse realizado até que fosse cumprido o prazo dito em nota. A tal ressuscitação não aconteceu, ele foi enterrado e ela falou sobre isso após o sepultamento.



“Deus tem a forma Dele de ressuscitar. Ressuscitar, para Deus, pode ser levar um espírito para o céu”, disse Ana Maria, que virou celebridade do dia para a noite em Goiatuba, interior de Goiás.

A mulher conta que ficou apreensiva até o último minuto, pois estava temente que a ressurreição, escrita em um documento no ano de 2008, não se cumprisse. Ana Maria disse que não se importa com as brincadeiras, e expõe o que muitos fieis viram no momento do enterro.

“Mas muita gente que estava do lado de fora da capela viu um clarão no céu na hora em que o Huber tinha pedido para ser feito o sepultamento”, contou a esposa do pastor, afirmando ainda que, após o surgimento dessa luz repentina, começou a chover.



Ana Maria diz que não ficou com a fé abalada, por não ter sido cumprida a profecia. Ela revela que é pelo contrário, que a sua crença foi avivada e que está com a consciência tranquila por ter atendido ao pedido do esposo, que só fez bem para as pessoas. Segundo ela, o pastor tinha muito medo de ser enterrado vivo e foi claro com relação ao horário que ressuscitaria.

Fonte: 1 News

Deixe seu Comentário