Cerveja, armas, maconha, donuts, dinheiro: incentivos que os EUA dão para quem se vacinar

De acordo com informações do Our World in Data, 2,18 bilhões de pessoas já se vacinaram em todo o mundo contra a Covid-19, até a data de ontem (07/06). Embora muitos estejam ansiosos para chegar sua vez de tomar a vacina, alguns precisam de um “empurrão” para serem convencidos.

Nos EUA, a falta de interesse de milhões de pessoas em serem imunizadas fez nascer estratégias inusitadas para convencer este público, porque quanto mais pessoas vacinadas, mais rápido ocorre o controle da pandemia.




Em um boletim emitido no último domingo (06/06), o Conselho de Bebidas e Cannabis do Estado de Washington (WSLCB) anunciou para todos os varejistas de maconha que forneçam gratuitamente um único cigarro da erva para quem se vacinar em postos de vacinação localizados nos estabelecimentos. A “promoção” começou dia 07/06 e vai até 12/07, apenas para maiores de 21 anos.

A cervejaria Anheuser-Busch, dona das marcas Budweiser e Corona (alvo de muitos memes pela similaridade do nome com o coronavírus), emitiu comunicado em 02/06 dizendo que, assim que 70% dos norte-americanos forem vacinados, eles darão cerveja grátis através de um “cartão de débito virtual de 5 dólares que pode ser usado para comprar um produto da empresa”.




A oferta não contempla moradores dos estados do Alabama, Texas e Califórnia. Mas, para ter acesso à bebida gratuita, é necessário enviar uma foto do seu lugar favorito que você gostaria de tomar a cerveja. O movimento foi inclusive endossado pelo presidente do país, Joe Bide, que disse: “Isso mesmo: tome um gole, tome uma cerveja”.

Antes disso, a empresa Krispy Kreme já havia feito uma ação “incentivadora de vacinação” ao declarar que a partir de 22/03 qualquer pessoa que mostrar o cartão de vacinação contra a Covid-19 pode pegar um donut glaceado de açúcar.




Os estados também entraram na onda. O governador da Virgínia Ocidental, Jim Justice, anunciou dia 01/06 que os residentes do estado vacinados poderão participar de um sorteio, com início em 20/06 e término em 04/08 de prêmios como: 588.000 bolsas integrais em qualquer universidade do estado, caminhões personalizados, férias de final de semana, licenças de pesca e caça vitalícias, rifles e espingardas.

O governador de Ohio, Mike Dewine, realizou anteriormente uma “loteria de vacinas”, onde sorteou aleatoriamente prêmios de 1 milhão de dólares para 5 participantes que estavam totalmente vacinados.




Outros países estão começando a aderir o incentivo em busca de retirar o medo das pessoas e as falsas crenças espalhadas pelas redes sociais.

Hong Kong, por exemplo, está fazendo um sorteio para residentes totalmente vacinados com prêmios que incluem até um apartamento no valor equivalente a mais de R$ 16 milhões e prêmios em dinheiro superior a R$ 150 mil.

Todas estas medidas buscam conscientizar que quanto mais rápido tomarmos a vacina, mais rápido voltaremos a ter uma vida “normal”, dentro dos padrões anteriores à pandemia, o que beneficia diretamente não só a sociedade, mas também a economia dos países e do mundo.


Fonte: IFLScience

Deixe seu Comentário